domingo, 20 de maio de 2018

Senhor de Matosinhos!

Primeiro, em Fão, depois, em Barcelos, para terminar em Matosinhos, cujas festividades se encerram no próximo dia 22 que é Feriado Municipal. São as festas dos três Cristos que se dizem irmãos, ou pelo menos, seguem a mesma tradição.
A lenda diz que um famoso carpinteiro da Judeia ganhava a vida esculpindo bonecos sagrados em madeira, entre eles o já famoso Cristo Crucificado. Passava.se isto no tempo em que o Cristianismo dava os primeiros passos e os imperadores de Roma moviam uma feroz caça a tudo o que cheirasse a cristão. O escultor, avisado que lhe iam revistar a casa e temendo pela sua vida, carregou todas as esculturas numa carroça e, de noite, foi despejá-las no mar. Aqueles pedaços de madeira andaram, durante séculos a boiar nas águas do Mediterrâneo, depois atravessaram o estreito de Gibraltar e espalharam-se pelo Oceano Atlântico.
Os ventos, as marés e a vontade de Deus fizeram com que um grande crucifixo fosse parar à foz do rio Douro e outro (ou o mesmo) à foz do rio Cávado. A explicação para ter ido parar a Barcelos, pois é pouco provável que a corrente do rio o deixasse seguir para montante, é que houve uns lenheiros que na Primavera recolhiam os troncos de árvores arrastadas pelas cheias de inverno e, da foz do rio, o levaram até Barcelos.
Há quem conte que em Matosinhos só ficou a cruz e o Cristo que se desprendera é que foi boiando para norte e chegou a Fão na foz do Cávado. E aí, com a força dos ventos e marés, um braço da imagem se partiu e foi recolhido como lenha e levado para Barcelos. Como as 3 coisas se juntaram outra vez foi por inspiração divina. O mais famoso de todos foi o braço que, cada vez que era jogado na fogueira (pois como lenha tinha sido recolhido) saltava para fora e nunca ardia. O pároco, chamado para explicar o milagre, foi quem identificou aquele pedaço de madeira como um braço de uma qualquer escultura. Deixem-me saltar alguns pormenores para tornar a história mais curta.
E por isso aquela cantiga que o povo entoa, por altura das 3 romarias, e que diz assim:
O Senhor de Matosinhos
Manda dizer ao de Fão
Que diga ao de Barcelos
Que também é seu irmão!

Pormenor do Altar-Mor

Capela-Mor

Aspecto exterior da igreja

Será?


Eis o escritor que teimo em não gostar de ler.
Mas estou a pensar comprar mais um livro dele a ver se mudo de opinião.
Alguém me aconselha um título?
Bom domingo!

sábado, 19 de maio de 2018

Confusões!


Ontem, não se falava noutra coisa a não ser no Fernando Mendes que não prestou ajuda ao Jorge Jesus quando este estava a ser agredido.
- Socorro, socorro, pedia o Jesus, e ele fazia de conta que não era com ele. Aí apareceu o Nuno Torres - olha que melro! - carregou com o Fernando Mendes e lá foram eles todos contentes, enquanto a GNR lhes batia a pala.
Primeiro que tudo, pensei que se tratava do Fernando Mendes, futebolista que agora é comentador da CMTV, e custava-me a acreditar no que ouvia. Depois fui investigar e descobri este marmelo que vêem na foto, o tal que é unha com carne com o Bruno de Carvalho e tem a porta aberta em todo o lado, incluindo a Academia de Alcochete, onde entrou à frente dos vândalos da Juve Leo e de cara destapada.
A GNR, a Judiciária e a Procuradoria Geral da República serão assim tão parvinhos que vão engolir a história que estes dois "anjinhos" contam (devidamente instruídos pelos seus advogados), pergunto eu? Precisavam de um tratamento de cavalo-marinho, como havia no tempo do Salazar, para vomitarem, e depressinha, o nome dos 50 marmanjos que foram com eles à academia.
Só espero que eles vão ver o jogo, amanhã, armem barraca e a bófia aproveite a ocasião para lhes saltar em cima e aquecer o corpo, como deve ser, a ver se lhes serve de emenda. 

sexta-feira, 18 de maio de 2018

A Selecção!

Não é isso que estão a pensar! Da nossa Selecção percebe o Fernando Santos e ele já disse, para quem o quis ouvir, que vai ser como foi, há dois anos, em França, só regressa no último voo que sair da Rússia. Portanto, estou tranquilo, não é isso que me tira o sono.


A Selecção talvez peque por estar escrito com letra maiúscula, mas isso é apenas um pormenor para enganar os incautos. O que quis dizer com isso é que houve uma "selecção" de assuntos e prioridades que me têm mantido um pouco afastado do blog.
Em primeiro lugar o grupo dos «Amigos de Metangula» que me dá um trabalhão. Carradas de likes e muitos comentários a que tenho que responder, pois sou o único administrador do grupo. Em segundo lugar o Sporting, com notícias em catadupa, durante 24 horas por dia, em meia dúzia de canais de televisão. Depois as notícias sobre o Benfica que ainda não vendeu nenhum jogador, mas já comprou meia dúzia. E depois, ainda e sempre, a bolsa de valores que sou obrigado a seguir a par e passo. E o petróleo que continua a subir, boa notícia para os algarvios, agora que estão a fazer perfurações "à séria".
A imagem que vos apresento e que surge, hoje, nas notícias, está aliada aquilo que parece não ter fim em Portugal, a corrupção. O último caso. muito badalado, foi o do Sporting, mas não é o único nem o último. E o perdão de 90 milhões feito pelo Millenium BCP também me cheira a esturro. O Sporting foi muiiiiiito beneficiado. E quem mais?

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Uma vergonha!

Até já sinto vergonha de viver neste país!
Então não é que todos os dias descobrimos mais uma catrefada de corruptos?
Os "artistas" do Sporting a comprar árbitros e jogadores, enquanto iam acusando o Benfica de ser o campeão da trafulhice.
Ontem foi o dia da vergonha, pelos tribunais portugueses, com tanto sportinguista a prestar contas à justiça. O Bruno de carvalho está de rastos, só me falta vê-lo chorar. O mais engraçado é que ninguém olha para o «Minion», o seu ajudante de campo. Será que ele é inocente como um anjinho? Com tanta porcaria à volta dele seria um milagre!

quarta-feira, 16 de maio de 2018

O meu benfiquismo!

Tenho no meu jardim um daqueles arbustos tropicais, popularmente apelidados de Limpa-garrafas. Se alguém souber o nome correcto que me diga, aproveitarei para aprender qualquer coisa. Cada vez que os meus olhos esbarram nele, sinto um disparo no cérebro e o meu subconsciente grita "BENFICA". Isto porque as flores são, tal e qual, da cor da camisola do meu clube do coração.
Só os passarinhos que vivem aqui comigo, gostam tanto daquelas flores como eu. Passam o dia pendurados nelas, sempre prontos a apanhar qualquer coisa que por lá anda também, suponho que sejam pequenos insectos, e engoli-los acto contínuo. Este ano, algumas abelhas apareceram também, depois de alguns anos sem se deixarem ver por aqui. Sem abelhas a polinização é muito difícil e quem padece são as árvores de fruto. Fruta nem vê-la!


Verde é a natureza e os lagartos, mas ao verde da natureza sobrepõe-se a cor das flores vermelhas, as mais bonitas de todas. Vejam, por exemplo, o que significa um ramo de rosas vermelhas. Paixão, não é verdade? E porque se admiram, então, da minha paixão pelo Benfica.
E não me venham dizer que estou, ooouuutttrrraaa vvveeezzz, a falar de futebol. Só estou a falar de passarinhos, de abelhas e de flores, por acaso, vermelhas. É que flores azuis ou verdes não existem!
Tooooma!

terça-feira, 15 de maio de 2018

A fogueira!

Em Israel é a Faixa de Gaza, em Lisboa é a Alvaláxia!


Máximo cuidado, pois nesses lugares ninguém está a salvo!
O presidente do Sporting é um perigoso incendiário. Passou a época toda a incendiar o futebol português e acabou por pegar fogo na sua própria casa. O que lhe vale é que tem em casa o chefe dos bombeiros. Veremos se ele estará de acordo em acudir-lhe e apagar a enorme fogueira em que o Sporting se transformou. Ele é manhoso e arranja sempre alguém em quem deitar as culpas. Os que o rodeiam que se preparem, pois alguém vai sair chamuscado.
Pelos vistos, a chuva de tochas arremessada sobre a baliza do Patrício não foi por acaso. Aquilo foi a mecha que ardeu, sem parar, desde esse dia até hoje. O que se passou no aeroporto do Funchal e na Portela, assim como no parque de estacionamento do Estádio de Alvalade, ontem à noite, foram o prenúncio dos acontecimentos desta tarde, em Alcochete. A bolha tinha que rebentar em qualquer altura e foi melhor rebentar hoje do que no próximo domingo, durante ou depois do jogo da Taça.
Imaginem só que o Sporting perde mais este troféu. O que serão capazes de fazer estes energúmenos? Eu nem quero pensar nisso, uma vez que é um dia especial com muitas senhoras e crianças presentes. Depois destes sinais, espero que a polícia tenha um plano realmente seguro para manter essa cambada sob controlo. E os incendiários, seja nas matas ou no futebol, merecem a cadeia e é para lá que devem ser enviados!
E, mais uma vez, Viva o Benfica!

Dança de treinadores!

Na presente situação que se vive na nossa (minúscula) liga, eu sugeriria o seguinte:
1 - O Sérgio Conceição aceitaria a melhor das várias ofertas que lhe têm chegado, dobrava o seu ordenado e libertava o FCP da sua presença.
2 - O Jorge Jesus que anda há séculos a ser bajulado pelo Pinto da Costa, assumiria o lugar do Sérgio e libertaria o Sporting da penalizadora situação de ter que desembolsar 7,5 milhões para se livrar dele.
3 - O Rui Vitória sente-se bem no Benfica e, embora metade dos sócios não concorde com essa decisão, o Presidente (que a outra metade dos sócios gostaria de ver pelas costas) garante que ele vai continuar à frente das hostes benfiquistas. E promete ao treinador uma catrafilada de novos jogadores, de tal modo que o treinador nem vai saber o que fazer com eles.
4 - No meio desta tempestade que sopra do lado norte da Segunda Circular, o que eu gostava é que o «Gabinete de Crise» do Benfica descobrisse uma maneira de enterrar aquela história do polvo encarnado e das toupeiras da mesma cor, antes que comece a nova época.
Tenho dito!
E Viva o Benfica!

Grande bronca ...!

... vai para os lados de Alvalade!


Parece que desta vez é que o Bruno (voz de bagaço) deu cabo daquilo tudo. Diz-se que suspendeu o Jesus e que ele já não vai orientar a equipa no Jamor, no próximo domingo. Só faltava essa para a bronca ser completa.
E também se diz que o Patrício, William e Bruno se recusam a jogar se o Jesus não estiver lá. Eu nem quero pensar como isto vai acabar, ou o Bruno bate com a porta e se põe a andar, ou despede aquela malta toda e vai sair-lhe caro.
Os adeptos do Sporting estão em polvorosa, tanto os que estão fartos das balelas do Bruno, como aqueles que anseiam ocupar o lugar quando e se ele sair. Os adeptos dos clubes rivais, como eu próprio, vão-se rindo e atirando foguetes para ajudar à festa.
Viva o Benfica!

domingo, 13 de maio de 2018

Nunca é tarde demais!


Quando tudo parecia perdido, com o meu clube a ficar em 3º lugar e afastado dos milhões da Champions, eis que o Sporting dá uma monumental escorregadela na Madeira e entrega o 2º lugar ao Benfica numa bandeja. E eu que já me tinha conformado com a desgraça que nos bateu à porta, quase me dava uma coisinha má.
O LFV já tinha dispensado meio plantel a pensar na nova época sem champions, sem supertaça, sem coisa nenhuma a disputar e agora vai ter que reformular tudo, fazer novos planos, pedir ao Rui Vitória para continuar e preparar a equipa para disputar a 3ª eliminatória de acesso à champions, logo no início de Agosto.
E embolsar os tais 42 milhões que o Sporting deixou para nós, ia-me esquecendo disso!
A luta continua!
Viva o Benfica!

O «Ovo Estrelado»!


Foi o Jorge Jesus que trouxe esta história do ovo estrelado para o mundo do futebol e deu-lhe azar. O frango do Rui Patrício valeu um ovo estrelado para cada jogador do Benfica. De certeza que o presidente do Benfica prometeu aos seus jogadores um prémio chorudo caso atingisse o 2º lugar, o que aconteceu. E o que vão receber dará para comprar muitas dúzias de ovos.
Viva o Benfica!
Melhor não podia ter corrido!

Autêntica palhaçada!

A vencedora da 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, a israelita Netta, disse hoje que em 2019 o concurso será em Jerusalém, algo que o primeiro-ministro do país também afirmou, embora a organização não confirma.


Ganhou uma das piores canções a concurso e Portugal foi o último classificado. Nem de propósito, por causa da mania das grandezas que os meus conterrâneos têm. Pensam com a sola dos pés e usam a cabeça para criar piolhos e depois é isto.
Dar a vitória aos judeus cheira-me a esturro. E com as novas tecnologias tudo é possível. Viram como os votos dados, em directo, pelos apresentadores da televisão de cada país, foram num sentido e aqueles recolhidos através de voto telefónico foram em sentido inverso? E lembram-se dos milhões de membros do Facebook que foram desviados para influenciar as eleições na Rússia, na América, na Nigéria e no referendo do Brexit? Para mim aconteceu o mesmo, ontem à noite.
A política do Médio Oriente e a guerra pelo controlo dos canais de distribuição do ouro negro justificam tudo e eu já acredito em tudo. O Trump disse que a capital de Israel passa a ser Jerusalém e apareceu alguém a contrariá-lo? Ou a dizer que ele manda na terra dele e que Israel é com os israelitas? Não, claro que não, porque está tudo sob controlo dos poderosos, os donos disto tudo.
E a música é mesmo um nojo. Não acham?

sábado, 12 de maio de 2018

A menina dos olhos!


Tenho um amigo que comprou acções da EDP a 3.50€ e guardou-as à espera que chegassem aos 5.00€. Agora vêm os chineses e oferecem-lhe 3.26€ por elas. Que acham que ele deve fazer?
O Mexia (e mais alguns) bem se tem safado à conta da EDP. Ainda vou ver os chinocas a aumentarem-lhe o ordenado para o dobro, para ele servir de elo de ligação com o nosso governo e arranjar-lhe mais uns negociozinhos como este.
Os chineses vêm cá e compram tudo. Não podemos ir lá também e comprar qualquer coisa? Que tal comprar Macau?
A Globalização é isto e quem não gostar que se mate!

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Liga-nos o amor a... !

Ia a escrever "liga-nos o amor ao Benfica", mas depois pensei nos amigos do Facebook que tenho andado a juntar no grupo que criei e percebi que há muitos amores na vida de um homem que estão ligados a ele, como um cordão umbilical. As mulheres, os filhos, os netos vêm em primeiro lugar e depois vem ainda o amor àquela terra moçambicana, onde fui parar por causa da guerra estúpida que o Salazar não quis evitar. Enfim, liga-me o amor a muitas pessoas e muitas coisas que fizeram e continuam a fazer a alegria da minha vida.


Mas trocando isso por miúdos, hoje, vou falar do amor ao Benfica, o meu e o dos tais 6 milhões de adeptos, espalhados por todo o mundo, que sentem o mesmo que eu. E vou falar também no Renato Sanches, «O Bulo da Musgueira», que também ama o Benfica tanto ou mais que eu, pois foi ali que aprendeu a chutar na bola e que o ajudou a mudar-se do bairro pobre da Musgueira para o mundo e a encher-lhe o bolso de euros. Razões mais do que suficientes para manter o Benfica no seu coração, enquanto conseguir respirar.
Pois, este rapaz nunca mais foi feliz, desde que saiu de Lisboa e, segundo li nas notícias de hoje, abriu-se uma janela de oportunidade para ele regressar. O clube onde jogou esta época não o quer mais e o clube a quem pertence, o Bayern de Munique, também não o tem incluído nos seus planos para o próxima época. Neste caso deveria ser fácil fazê-lo regressar a Lisboa, mas havendo milhões envolvidos no negócio - é bom lembrar que ele foi vendido ao clube alemão por 45 milhões de euros - a coisa complica-se.
Recomprar o jogador está fora de hipótese, pois não é esse o negócio do Benfica, e pagar um salário alto e talvez uma verba pelo empréstimo, também não me cheira que o presidente Vieira aceite. Por outro lado, o Bayern estará muito mais interessado em desfazer-se do jogador a título definitivo, assumindo o erro (e o prejuízo) da compra que fez. Assim, a notícia que li a este respeito deve ser mais para encher as páginas do jornal do que outra coisa.
E se o rapaz regressa à Luz e não é mais aquela fera que nós conhecemos com 18 anos de idade? Seria o fim da fama e fortuna do Renato. E se ele já tem vivido em depressão, sentindo que já ninguém gosta nem acredita nele, então seria o "fim da picada". E poderia acabar na desgraça, como muitos outros heróis do desporto que não conseguiram enfrentar a saída da ribalta.
Que venha para o Benfica se puder, ou que lute pela sua vida e felicidade em qualquer parte do mundo para onde o mandem, já que é um escravo da bola. 

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Amigos de Metangula!

Meti-me na aventura de formar um grupo, no Facebook, e ver se teria mais sucesso do que tive com o blog do Farol da Torre, tentando juntar a rapaziada de Metangula, assim como os camaradas de armas que por lá passaram, durante a guerra. Formar o grupo eu consegui, já tem perto de 300 amigos e muitos deles passam por lá todos os dias deixando alguns comentários e muitos likes. Não sei é se vou aguentar o ritmo, pois perde-se muito tempo com aquilo.


A malta jovem vive pendurada no telemóvel, como aqui e no resto do mundo - ao fim e ao cabo as operadoras de telecomunicações vivem disso - e gostam de encontrar alguma coisa que lhes diga directamente respeito. Isso faz com que eu passe o tempo à procura de fotos para lá publicar e a pedir-lhes que sejam eles a fazer isso, pois vivem lá.
Responder aos pedidos, aprovar publicações, fazer os necessários comentários leva tempo e quanto mais tempo passo lá, menos tenho para vir até aqui fazer-vos companhia. Fica aqui a explicação para as minhas poucas publicações nos últimos dias.
A imagem retrata aquilo que tantas vezes presenciei, as raparigas a lavar a roupa, ou a loiça na água do lago. E a rapaziada a suspirar pelo momento em que elas, depois do trabalho, tiravam a capulana e iam dar um mergulho.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Aqui notícias!


Decorre, neste momento, no largo da Estação dos Caminhos de Ferro da Beira, a cerimónia fúnebre do líder da Renamo. O quase acordo com o governo para o desarmamento pode estar em risco, tudo dependerá de quem assumir a liderança do partido de Dhlakama e da credibilidade que possa ter face ao governo da Frelimo. O exemplo do passado não é grande coisa, mas eu espero que consigam encontrar o caminho para resolver o problema. O «Povo de Moçambique» merece viver em  paz e democracia e a Frelimo tem que fazer tudo para que esse objectivo seja alcançado.
Foram muitas as atrocidades cometidas durante a guerra civil, mas não se sabe ainda quem foi mais culpado. Com o enterro do líder da Renamo, esperemos que isso seja esquecido e nunca mais usado para dividir os políticos e incendiar a opinião pública. Mais vale esquecer e começar tudo de novo, como se estivessem a receber o país da mão dos portugueses, hoje mesmo. Espero, sinceramente, que o presidente Nyusi encontre o caminho certo para o conseguir.


Em Aveiro, a «Veneza Lusitana» temos um problema a que podemos chamar "um bom problema", oxalá o tivéssemos em todas as capitais de distrito do nosso país, o desemprego zero. Os empresários precisam de trabalhadores e não sabem onde os encontrar. Se está no desemprego, ou conhece quem esteja, rume a Aveiro que tem emprego garantido.
É uma boa notícia, não é?

terça-feira, 8 de maio de 2018

Sem futebol sinto-me perdido !


O mundo (Terra) é redondo como uma bola. Isso é uma teoria mais ou menos comprovada e isso já me chega. Ser igual a uma bola mantêm-me dentro do assunto ao falar-vos da PANGEIA, o continente único que existiu no princípio, quando a lava solidificou e se formou a crosta terrestre. A imagem acima dá-vos uma ideia de onde estavam os continentes antes da separação.


Depois apareceu este coelho maluco e serrou a Terra em fatias e assim ficamos como estamos hoje. Mas os movimentos das placas tectónicas continuam e tanto pode ser que nos juntemos outra vez ou nos separemos mais ainda.
Prevê-se que a Africa se mova em direcção a norte e o Mediterrâneo seque. E aí fica-me uma grande dúvida. Passaremos a ser todos africanos, ou antes europeus?

segunda-feira, 7 de maio de 2018

A «Onda Azul» !


Hoje, não se pode dizer nada, não se pode escrever uma linha se não for para dar vivas ao campeão. Até eu gostaria de o fazer, mas seria preciso não existir na minha cabeça a dúvida sobre quem mais trafulhice fez ao longo da presente época. Que houve trafulhice é quase certo. Quem foi mais trafulha, se o Porto ou o Benfica, ainda não está estabelecido e talvez nunca venha a estar. Não há modo de medir o mérito deste campeão e, por essa razão, prefiro abster-me de lhe endereçar os meus parabéns. Não quero parecer ressabiado por não ser o meu clube a festejar, pois se não chegamos ao Penta foi por culpas próprias. Numa certa altura, o FCP estendeu-nos a passadeira vermelha e só tínhamos que seguir em frente e entoar o cântico de vitória. Em vez disso, metemos água por todo o lado e agora cabe-nos pagar a factura e sem deitar as culpas a terceiros. Para nós, benfiquistas, o campeonato começou muito mal, a certa altura pôs-se muito bem e acabou por terminar da pior maneira. E não vale a pena deitar a culpa aos árbitros e a todo o lixo mediático que flutua nas ondas hertzianas à volta do futebol.
Culpa nossa, aprender com os erros!

domingo, 6 de maio de 2018

Pobre arbitragem !


Não gosto de criticar a arbitragem, pois sei que não é tarefa fácil, mas há vezes em que fervo de raiva por ver faltas nítidas e que o árbitro do jogo viu tão bem como eu, sem ver aplicada a respectiva sanção disciplinar. Ao longo do jogo de ontem, houve muitas faltas, de um lado e do outro, que mereceriam outro procedimento da parte do Xistra, mas há uma, em especial, que poderia ter garantido ao Benfica os tais quarenta e tal milhões de euros de acesso à champions e assim vai vê-los a voar. Passo a explicar.
Na imagem acima (que não é muito elucidativa) o Bruno Fernandes agride, literalmente, o Franco Cervi e deveria ter visto um cartão vermelho. Cumprindo o castigo daí decorrente não jogaria na Madeira na próxima jornada. Ora todos sabemos que há um Sporting com e outro sem Bruno Fernandes e sem ele, talvez o Sporting regressasse da Madeira sem os 3 pontos que lhe vão garantir o segundo lugar, empurrando o Benfica para baixo e para longe dos milhões que fazem falta a todos.
Uma última observação quanto ao jogo de ontem, o reconhecido «Mestre da Táctica» foi ultrapassado pelo seu aluno, a quem teima em não reconhecer o mérito. Só tenho pena que o aluno de tal mestre não se tenha afirmado tão bem no jogo contra o Tondela, em que deu cabo de todos os créditos conquistados ao longo da época.
A coisa mais simples seria ter ganho ao (humilde) Tondela, na Catedral de Luz, e talvez chegássemos ao tão desejado Penta-Campeonato. Essa é a nódoa no currículo deste aluno aplicado que talvez lhe tenha aberto a porta de saída do Benfica. Veremos o que o nosso presidente decide.

sábado, 5 de maio de 2018

Uns empatas !

Todos ficaram contentes por não perder.
O Benfica ficou mais contente, porque o Sporting jogava em casa e era o favorito.
O Sporting ficou mais contente que o Benfica, pois o empate a zero deixa-os em vantagem na classificação geral.
O Rui Vitória ficou contente por não ter perdido para o Jesus que lhe chamou aprendiz de treinador.
Uma salgalhada de emoções, é o que é!
Eu também fiquei contente por não ter perdido, mas preferia ter ganho ou empatado a 2 ou 3 golos.
Entretanto o Marquês está às escuras e os Aliados em festa.
Como bom benfiquista, cá estarei para o ano a torcer pelo meu clube e esperando que as coisas corram melhor que este ano. Se na ponta final do campeonato ainda tivemos algumas esperanças, foi porque o Porto deu duas escorregadelas que nos fizeram subir 6 pontos.
Parabéns ao Porto e ao Sérgio Conceição pela sua conquista!